Paróquia Rosa Mística

Mês: janeiro 2017

O SUPERMERCADO RELIGIOSO

ROS-0002-15---ORAÇÃO-DO-DIA

 

Em tempos de globalização dos mercados, em que a propaganda consegue verdadeiros “milagres” nos tornando consumidores compulsivos até de produtos desnecessários, a religião também não escapa deste rolo compressor.


O supermercado religioso tem crescido assustadoramente. Se o “marketing” consegue criar (falsas) necessidades e desejos a serem saciados… consumindo, podemos imaginar o poder de atração de igrejas, religiões e seitas que dão respostas (verdadeiras ou falsas) a anseios, necessidades e buscas, estas sim bem reais do ser humano. Por isso o mercado religioso tem se desenvolvido muito, gerando bons negócios para os novos mercadores pois “templo é dinheiro”.


A volta ao sagrado, a eclosão forte de espiritualismos, a difusão de seitas e movimentos religiosos é sintoma de uma busca desesperada do ser humano por um sentido mais profundo da vida, que supere o materialismo, o comodismo e consumismo.
E cada um vai buscar no “supermercado religioso” o “produto” que satisfaça a sua necessidade, sacie seus desejos e anseios.


Assim sendo a religião corre o risco de tornar-se um assunto individual, busca meramente pessoal, uma atitude quase consumista. Procura-se a igreja ou seita mais atraente, troca-se a todo momento, buscando respostas imediatas e quase “milagrosas” a situações e problemas pessoais: crise financeira, desemprego, doenças físicas ou mentais, problemas familiares.


Buscam-se emoções, cultiva-se um sentimentalismo exacerbado; os ‘aleluias’, danças e cânticos aliviam (ao menos durante os ritos religiosos) os duros dramas da existência humana. Terminado o culto religioso, os problemas e dramas continuam apesar dos “milagres” e o cotidiano mostra novamente seu lado amargo.


Uma religião verdadeira, uma Igreja séria ( como a Católica, ou as cristãs tradicionais e outras ) são chamadas a buscar novas alternativas, encontrar respostas atuais para os anseios do homem moderno.


Devem a todo custo atualizar-se, usar os recursos dos meios de comunicação social e novas tecnologias para tornarem-se atraentes e significativas. Trata-se do maior desafio do século XXI.


É indispensável envidar todos os esforços para que a fé em Deus se realiza de forma COMUNITÁRIA). Uma religião verdadeira deve ligar (este o sentido etimológico de religião – religare em latim) o ser humano a um Deus vivo e presente na história, tornando-o responsável pelo seu destino.


Uma religião e fé que proporcionem respostas autênticas aos mais profundos anseios do ser humano que está inquieto enquanto não repousar seu coração em Deus.


Enfim uma fé que seja a concretização mais perfeita possível da oração do Pai Nosso – Amor a Deus e ao próximo. Oração e ação, céu e terra, Deus e o ser humano num constante diálogo comunitário, na gratuidade da religião, em que as leis do ” supermercado religioso” não tem sentido e nenhum valor.


(Pe. João de Bona)

ROSA-19-01

 

A Paróquia, buscando atender ao direcionamento de Jesus, está oferecendo à comunidade uma formação bíblica.

Os dias e horários das Inscrições para a Catequese de Iniciação à Vida Cristã em 2017 e o calendário de TODO o ano, já foram definidos! Tá no nosso site mesmo, é só clicar AQUI!

 

Esperamos vocês!