Paróquia Rosa Mística

Mês: abril 2018

Casa de Caridade Nossa Senhora Rosa Mística em ação

Na manhã do dia 14/04, como ocorre todos os sábados de cada mês na Casa de Caridade Nossa Senhora Rosa Mística, situada em Aparecida de Goiânia, Setor Independência Mansões, entidade mantida por nossa Paróquia e administrada pela Conferência Vicentina, foi proferida palestra aos assistidos pela Casa de Caridade, abordando tema religioso e espiritual, desta vez, levando informações aos nossos irmãos mais carentes sobre a temática da Campanha da Fraternidade 2018, ” Fraternidade e Superação da Violência”, tendo como lema ” Em Cristo Somos Todos Irmãos (Mt 23-8)”.

A palestra, que agradou em cheio aos nossos assistidos, foi proferida pela catequista Isabel Cristina Siqueira, da Pastoral da Catequese de nossa igreja e além de contar com a presença de diversos irmãos vicentinos que ali prestigiavam aquele evento, teve a honrosa presença de nosso Pároco Padre João de Bona.

img1

Padre João de Bona, além de participar e complementar a referida palestra, aproveitou a ocasião para visitar as instalações da Casa de Caridade, assim como presenciar atendimento odontológico que se fazia naquele instante a filho de assistido, sob os cuidados da Doutora Ronise Ribeiro, paroquiana que presta serviço voluntário como Odontóloga e ainda transmite ensinamentos de serviços auxiliares de atendimento de odontologia a voluntários, filhos de assistidos, que ora atuavam como assistentes naquele sábado.

img2

Considerando que o dia 14/04, era o segundo sábado do mês, nesse dia ocorreu também a distribuição da partilha na Casa de Caridade, mediante doação e entrega  de cestas básicas às família.

Para se manter a dinâmica da Casa de Caridade e toda a gama diversa de serviços que ali são prestados aos nossos irmãos menos favorecidos, temos muito que agradecer a todos os nossos benfeitores e paroquianos, em especial aos Dizimistas de nossa  igreja, visto que parcela daquilo que é devolvido através do Dízimo e Oferta de nossos irmãos paroquianos é revertida para aplicação na Casa de Caridade.

Aproveitamos a ocasião, para agradecer também aos palestrantes que nos apoiam nessa grande empreitada de levar informações aos nossos assistidos, e neste momento em especial à catequista Isabel Cristina Siqueira, em nome de todos os palestrantes. Também agradecemos à Equipe de Voluntários Médicos e Odontólogos e às suas Equipes de Auxiliares, que levam seus serviços generosos aos familiares de assistidos através de nossa Casa de Caridade. E em especial, muito especial  ao nosso Pároco João de Bona, que Deus na sua infinita misericórdia e bondade, continue a lhe iluminar nessa grande missão à frente de nossa Paróquia.

Queremos também neste momento, aproveitar o ensejo para lhe convidar caro paroquiano, para visitar nossa Casa de Caridade e lá conhecer os trabalhos que ali se desenvolvem e, quem sabe, se agregar aos vicentinos de nossa paróquia nessa grande missão de caridade aos nossos irmãos mais carentes e mais necessitados.

A busca da felicidade

O escritor  Albert Camus afirma: “Quando procuro o que há de fundamental em mim, é o gosto da felicidade que eu encontro”.

De fato se observarmos a humanidade em geral, e a cada um de nós em particular, percebemos que a busca da felicidade é um anseio inato, uma procura que envolve todo o nosso viver.

“Eu também quero ser feliz!”, exclamamos muitas vezes.

Mas quais são os meios para alcançar esta felicidade, que é sonho, ideal e meta de nossa vida?

Este tempo de Quaresma e Páscoa nos ajuda a refletir. Sabemos que neste mundo não existe felicidade completa. A nossa vida é pontilhada de alegrias e tristezas, lutas e vitórias, fracassos e realizações. Mas pela fé, esperança e amor vamos caminhando  construindo felicidade.

Uma coisa é certa: o próprio Deus nos quer alegres, sorridentes, pacificados, irradiando entusiasmo, paz, perdão, transmitindo simpatia, cantando felicidade.

Jesus nos apresenta no Evangelho uma proposta de felicidade, que é uma conquista diária de quem semeia a paz, promove a justiça, é misericordioso e puro de coração (Mt 5, 1-16).

Você certamente já experimentou momentos maravilhosos de uma felicidade interior que nenhum ouro do mundo é capaz de comprar. Aquele gesto de bondade e carinho, uma vitória importante na vida, a celebração de um aniversário, a realização de um Amor Verdadeiro no casamento, a alegria dos filhos, a participação na Igreja e na Sociedade vão dando sentido e sabor… de felicidade… ao viver.

Felizes somos nós cristãos que vivemos o que Jesus nos ensinou. Há maior alegria em doar-se, em ser generosos, caridosos do que em querer tudo só para nós.

A felicidade nunca é um gozo meramente individualista, ou pior ainda egoísta.

A Páscoa de Jesus e nossa é a garantia de felicidade já aqui na terra e para sempre na eternidade, no céu.  Mas é preciso conquistá-la.

Pe. João de Bona Filho –  Pároco