Paróquia Rosa Mística

CONFISSÃO? PARA QUÊ?

CONFISSÃO? PARA QUÊ?

Blog-LINK-COMPARTILHADO-22-06

CONFISSÃO? PARA QUÊ?

Nos dias de hoje, muitos católicos acham que a confissão individual não é mais necessária. Dizem “Eu converso diretamente com Deus e Ele me perdoa. Outros afirmam “Eu confessar com um Padre”?  Ele é um homem pecador, assim como eu. E há até os que falham e…”

Estas observações têm aspectos verdadeiros. De fato, Deus pode perdoar diretamente os pecados quando alguém, arrependido, suplica o Seu perdão. E os pequenos pecados do dia a dia são perdoados no ato penitencial da missa ou através de um ato de contrição.

Por outro lado, é preciso refletir. Foi o próprio Jesus que instituiu o Sacramento da Reconciliação ou Confissão. Ele concedeu aos padres o poder de perdoar os pecados em nome de Deus e foi categórico “Recebei o Espírito Santo. Os pecados que vocês perdoarem, serão perdoados; aqueles aos quais mantiverdes ser-lhes-ão mantidos.” (João 20, 19-23)

O Perdão de Deus é um grande dom, um presente, uma graça que devemos acolher com gratidão. Ele nos traz uma paz profunda, uma reconciliação com o próprio Deus, com os outros e conosco mesmo. Traz benefícios valiosos, espirituais e psicológicos.

Todos nós, católicos, somos convocados a vivenciar este Sacramento. É preciso que sejamos humildes e confiantes. De vez em quando, necessitamos fazer uma revisão de vida, um “check up” espiritual.  E sempre estamos em caminho de conversão, de aperfeiçoamento, como pessoas humanas e, mais ainda, como cristãos.

A bondade e misericórdia de Deus são permanentes. Ele está sempre de braços abertos para nos acolher, como vivenciamos lendo e meditando a Parábola do Filho Pródigo e do Pai bondoso.

 

Pe. João de Bona Filho – Pároco

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>