Paróquia Rosa Mística

Testando

No Domingo, 13 de junho de 1947, muito cedo no hospital apareceu novamente a Mãe de Deus vestia-se de branco e no lugar das três espadas tinha três rosas uma branca, vermelha e amarelo-dourada.

Pierina lhe pediu, assombrada: “Por favor diga me o que é…” Com um sorriso a doce Senhora respondeu: “Sou a Mãe de Jesus e Mãe de todos vocês! Nosso Senhor me envia para implantar uma nova devoção mariana em todos os institutos tanto masculinos como femininos, e nas comunidades, congregações religiosas e entre todos os sacerdotes. Eu lhe prometo que se honrarem mais, desta especial maneira gozarão particularmente de minha proteção, haverá um florescimento de vocações religiosas, menos deserções apostasias e uma grande santidade de seus membros. Desejo que no dia 13 de cada mês seja consagrado como dia mariano e os doze anteriores sirvam de preparação, com orações especiais”.

Seu rosto iluminou-se com uma inefável alegria e continuou: “Nesse dia derramarei abundância de graças e santidade sobre aqueles que me tiverem honrado; desejo que o dia 13 de julho de cada ano seja dedicado à ROSA MÍSTICA”.

Pierina perguntou se não era necessário um milagre como prova das aparições e a Mãe de Deus respondeu: o milagre mais evidente consistirá em que as pessoas consagradas a Deus, cujos espíritos se deixam dominar pela mornidão de modo especial durante a ultima, até o ponto de serem infiéis a sua devoção, e que com sua deslealdade provocaram os castigos e as perseguições, que sofre a Igreja atualmente, cessem de ofender gravemente o Senhor, fazendo o Espírito primitivo de seus santos fundadores. depois explicou o significado das três espadas e das três rosas.